Lidando biblicamente com a submissão da mulher



Eu creio que a Bíblia é sábia e muito atual. Ela nos traz diversos temas que envolvem o nosso cotidiano, e um deles é a questão da submissão. Mas o que isso realmente significa? Ela envolve aceitar ordens/obrigação de obedecer (leis), mas na realidade é adequar-se aos planos e interesses de outrem. O apóstolo Pedro exorta os mais jovens a serem submissos aos mais velhos (1 Pedro 5.5); Paulo, a mulher a ser submissa ao esposo (Efésios 5.22); e Lucas declara que Jesus era submisso aos seus pais (2.51). A Bíblia tem muitos exemplos que tratam de submissão, mas sempre que se fala desse assunto, a primeira coisa que se pensa é: “mulheres, sejam submissas aos seus maridos”, e infelizmente caímos nas ciladas do inimigo retrucando e tentando defender posicionamentos feministas. Eu confesso que sou uma delas. Mas também sou uma mulher/esposa que se adapta aos interesses de meu esposo. Em nossa caminhada de vida, tivemos de tomar decisões que envolviam a nossa vida individual, mas era necessário decidir juntos por um bem maior. Ser submissa não é se sujeitar à tirania abusiva ou cega, mas é usar de inteligência para gerar ordem na vida pessoal, no matrimônio, etc. Submissão é uma escolha. Todos nós, de alguma forma, estamos submissos uns aos outros. Afinal, somos todos submissos a Cristo, que é o cabeça do corpo. Temos de reconhecer a liderança e a individualidade de cada um. Há momentos em que eu tomo a frente em algumas questões e outros em que meu esposo toma a frente, e isso não gera inferioridade, apenas organiza o nosso cotidiano e gera um ambiente saudável. Como mulheres, precisamos entender que a submissão se aplica a todos que creem em Deus: “… sujeitando-vos uns aos outros…” (Efésios 5.21). Nós nos submetemos a tantas coisas, como moda, padrão de beleza, que ditam normas e regras que nos escravizam, no entanto, quando se refere à vida relacional com esposo, pais, chefes, mundo, esbravejamos. Voltando à Palavra de Deus, o nosso melhor e maior exemplo de submissão foi e é Jesus Cristo. Ele foi submisso na infância, foi submisso a sua missão, mesmo em meio à agonia da luta da sua carne com seu espírito em fazer a vontade do Pai, foi fiel até o fim por amor a mim e a você. Então, repito, submissão é uma escolha consciente de fazer o que é melhor para o outro. Não é fácil, mas é uma atitude que pode mudar tudo à nossa volta. Estamos vivendo um tempo em que todos desejam ser atendidos imediatamente e do seu jeito, porque não estamos praticando a submissão em nossa casa. Quando, em nosso lar, todos se submetem, criamos um ambiente favorável para que a tolerância e a humildade ganhem força e transbordem para fora do nosso núcleo familiar. Somos chamados e recebemos uma ordem bíblica de sermos submissos uns aos outros. Nosso desafio é não deixar de usufruirmos do privilégio de sermos mulheres criadas à imagem e semelhança de Deus, de buscarmos o nosso espaço como cidadãs deste mundo e vivermos de forma digna de discípulas de Cristo. Deus abençoe sua vida!

#Casamento

  • Twitter Clean
  • w-facebook
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now