• Admin

Como conversar com seu filho sobre assuntos espirituais



Preparando-me para escrever este artigo, conversei a respeito deste tema com meu filho mais velho, Felipe, que tem 23 anos. Lembramos com muita alegria da maneira como eu e minha esposa tratamos de assuntos espirituais quando ele e seu irmão Davi eram crianças e depois na adolescência, quando ainda moravam em casa.

É preciso “desespiritualizar” os assuntos espirituais. Não se trata somente de doutrinas, devocionais, histórias bíblicas, mensagens de cultos, aulas da escola dominical e estudos bíblicos. Assuntos espirituais têm a ver com a participação de Deus em todas as áreas da nossa vida e não dependem de estarmos na igreja, em casa, na escola ou no trabalho. Na realidade, todo assunto pode ser espiritual quando Deus e seus princípios são considerados, vividos e obedecidos.

Então, por que você desobedece? Quando criança, nosso caçula tinha muita dificuldade de obedecer aos professores na escola e principalmente a nós como pais, não só em casa como também em outros lugares. Por esse motivo, ele era disciplinado com muita frequência. Certo dia, depois de ser corrigido por mim muitas vezes, perguntei: “Davi, você gosta de ser disciplinado?”. Ele respondeu: “Não!”. Questionei: “Então, por que você desobedece tanto?”. Ele parou, pensou e respondeu com uma cara de santo: “É porque eu não ‘ouvo’ direito!”.

A partir desse dia passamos a checar os comandos com a seguinte pergunta: “Você ouviu?”. E para ter certeza de que a mensagem tinha sido entendida, acrescentávamos: “Repita para mim o que você ouviu!”. A obediência é o assunto mais espiritual que os pais precisam tratar com os filhos. Dá trabalho, é cansativo, mas é essencial para a vida da criança.

Sexo, drogas e baladas são espirituais! Quando os meninos eram adolescentes, tivemos inúmeras conversas sobre estes e outros temas semelhantes: namoro, bebida, ficar, transar, brigar, roubar, mentir, etc... Esses temas se tornaram espirituais quando nos asseguramos de que eram princípios de Deus. Em outras palavras: o que a Palavra de Deus diz a respeito de sexo, bebida, droga, desobediência, roubo e mentira? Ou ainda: o que Jesus faria em meu lugar?

Conversar sobre assuntos espirituais é responsabilidade dos pais. Tanto a obediência como a desobediência aos princípios de Deus podem trazer resultados maravilhosos ou desastrosos para a vida de nossos filhos ou de qualquer outra pessoa.

Leve seus filhos a lugares onde Deus está presente! Aproveite os poucos anos que seus filhos irão passar em sua casa, debaixo da sua autoridade e influência. Não meça esforços e recursos para levá-los a lugares e eventos onde Deus estará presente. Semanalmente, levávamos nossos filhos às reuniões de jovens da igreja e depois íamos buscá-los. Muitas vezes com sacrifício, investimos para eles participarem de acampamentos, retiros, viagens missionárias, conferências e projetos internacionais. Eles sempre retornavam mais apaixonados por Jesus, mais arraigados nos princípios de Deus e conversavam abertamente sobre os assuntos espirituais.

Valeu a pena! Hoje nossos “meninos” estão adultos, são servos do Senhor e são uma grande bênção para todos ao seu redor!

#Influência #Espiritualidade #Filhos

  • Twitter Clean
  • w-facebook