É dando que se recebe



O dinheiro reina neste mundo. Tudo gira em torno dele. Ele constrói e destrói países. Ele mantém ou depõe governos. Ele une ou desune pessoas, amigos, parentes e casais. Ele equilibra ou desequilibra lares. Nenhum lar escapa de suas garras. Ele é como uma arma que dispara seu gatilho causando os maiores problemas de famílias, criando muitos conflitos, brigas e desentendimentos. Enfim, a falta de dinheiro, e muitas vezes o excesso dele, é o estopim de muitas separações e divórcios.

E foi justamente por isso que Jesus nos ensinou mais sobre o dinheiro do que sobre o céu e o inferno. Ele sabia que o dinheiro, impiedosamente, revela a verdadeira integridade e o caráter dos homens.

Certa vez, Jesus ressaltou a diferença entre uma viúva que deu uma oferta no templo de apenas duas moedas – que, por sinal, era tudo o que ela tinha –, enquanto os mais ricos deram grandes quantias. Parece-me claro que o mais importante não era a quantia da oferta, mas o quanto sobrou aos doadores, ou, em outras palavras: o que importa não é a quantia de dinheiro que é dada – segundo Jesus Cristo, isso é secundário –, mas a motivação, a atitude que incentiva uma pessoa a dar.

A Bíblia está repleta de exortações, exemplos, ensinos, ordens e avisos do perigo que o dinheiro pode representar. Por que razão? Porque Deus nunca criou uma única pessoa para que ela se sentisse definitivamente feliz e realizada apenas por ter conquistado bens materiais.

Em vista disso, ele exortou em Mateus 6.19-21: “Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde os ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam; porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração”.

Milhões de famílias brasileiras enfrentam sérias dificuldades financeiras. Cinquenta e cinco por cento da população está endividada. Mesmo assim, muitos não resistem à máquina da propaganda, muito criativa e cuidadosamente estruturada com o propósito de despertar nas pessoas um forte, e às vezes incontrolável, desejo de adquirir algo, em muitos casos até desnecessário, pelo qual, possivelmente, elas não têm condição de pagar. É uma avalanche constante e interminável que desmorona sobre as famílias, induzindo-as a aproveitar as “promoções” com a promessa de que não pagarão juros, o que é quase sempre uma mentira.

Sem objetivos previamente estabelecidos e sem uma compreensão das prioridades de Deus sobre finanças, a população cede à atração das “ofertas”, criando um buraco negro que engole seus casamentos e suas famílias.

Há algum tempo, um casal foi ao meu escritório para pedir conselho. Ambos possuíam no total cinco cartões de crédito, todos “estourados”. Tudo o que adquiriam era pago com os cartões de crédito, mas eles não tinham dinheiro para quitar a conta no final do mês, pagavam somente o mínimo, e a dívida aumentava cada mês devido aos juros absurdos. Não só as finanças, mas o casamento também estava seriamente abalado pelas tensões e pressões que enfrentavam.

Eu perguntei ao marido qual era, na média, a quantia estipulada pelo banco como limite de gasto nos cartões. Ele respondeu: “Mais ou menos dez mil reais, cada cartão”. Quer dizer, Satanás, o inimigo daquela família (e de todas) estava utilizando novamente uma de suas armadilhas preferidas e muito eficaz para destruir a vida daquele casal, que não conseguia controlar seus gastos.

É interessante ler o que Salomão ensina em Provérbios 11.24-25 a todos os que almejam prosperar financeiramente: “A quem dá liberalmente, ainda se lhe acrescenta mais e mais; ao que retém mais do que é justo, ser-lhe-á em pura perda. A alma generosa prosperará, e quem dá a beber será dessedentado”.

Eu não sou um defensor do evangelho da prosperidade, aliás, considero uma heresia nas pregações em igrejas evangélicas que criam expectativas falsas e iludem, confundem, enganam milhões de pessoas que desconhecem os conceitos bíblicos sobre finanças. Porém, creio firmemente na prosperidade propagada na Bíblia, e essa passagem de Provérbios representa uma base sólida para as promessas de Deus a respeito de sermos generosos.

Finalizo este artigo com alguns conceitos gerais sobre como ser generoso:

1. Dar generosamente – Deus é o nosso modelo. 2. Dar espontaneamente – Isso revela uma atitude de gratidão a Deus por tudo o que ele tem feito por nós. 3. Dar propositalmente – Respondendo àquilo que Deus coloca no nosso coração. 4. Dar prioritariamente – Em primeiro lugar, para aqueles que fazem parte da comunidade da fé cristã e depois para aqueles que precisam conhecer a Cristo. 5. Dar alegremente – Deus ama quem contribui fielmente e com alegria. 6. Dar sem pensar em receber algo em troca. 7. Dar com inteligência – Verificar se a pessoa ou ministério que vai receber a contribuição será usado para causar impacto em prol do reino de Deus. 8. Dar para servir de exemplo para os filhos – Os filhos precisam aprender sobre a importância da generosidade.

Lembre-se das palavras de Jesus: “Não ajuntem riquezas aqui na terra, onde as traças e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e roubam. Pelo contrário, ajuntem riquezas no céu, onde as traças e a ferrugem não podem destruí-las, e os ladrões não podem arrombar e roubá-las. Pois onde estiverem as suas riquezas, aí estará o coração de vocês” (Mateus 6.19-21 – NTLH).

Alguns cristãos apreendem rapidamente a promessa de Jesus nessa declaração maravilhosa e desfrutam as incríveis bênçãos que vêm das mãos generosas do Pai celestial. Outros levam anos para aprender que aquele que “generosamente recebeu, generosamente dá” e perdem anos de bênçãos espirituais e econômicas. Que tristeza! Porém, há alguns que nunca aprendem. Sinto pena dessas pessoas. A sua mente e coração foram contaminados por filosofias elaboradas e dirigidas pelo deus deste século. Elas nunca experimentarão a fantástica grandeza e a inesgotável generosidade do Criador que sustenta o Universo e é o Doador de todas as coisas!

#Finanças #Administração

  • Twitter Clean
  • w-facebook
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now