A separação deixou de ser “tragédia” e virou “moda”!



Anualmente, as grandes empresas de moda internacional fazem os lançamentos de suas novas coleções de primavera, verão, outono e inverno. São megaeventos realizados nos hotéis mais luxuosos do mundo e contam com a presença de supermodelos, designers, artistas, imprensa, marcas e mídia internacional.

O consumismo mundial fomenta a criação e produção de novos estilos de roupa que determinam a cultura fashion de determinada estação. Em muitos casos, o que era simples e casual vira moda da noite para o dia.

O cônjuge não pode ser comparado a uma peça de roupa que é trocada nas diferentes estações do ano ou da vida. Mesmo que o casal passe pelo outono de perdas financeiras, profissionais, relacionais ou físicas, ele deve permanecer unido. Ainda que enfrente as baixas temperaturas do inverno de reclusão e isolamento, deve permanecer junto, pois em breve chegará a primavera de alegria de vida e novas possibilidades. Porém, a melhor estação do casamento é o verão! É o momento apropriado para o casal trabalhar, frutificar e realizar a vontade de Deus, sendo bênção na vida um do outro e também para outras pessoas (leia o livro As 4 estações da vida – www.mariosimoes.com).

A durabilidade do casamento não pode se tornar moda. Na realidade, o casamento foi feito pelo maior Designer da história e deve durar para sempre. Seu casamento foi desenhado para durar para sempre! Sua família foi feita para vencer! Mesmo que os artistas, a mídia e a sociedade promovam uma cultura em que é moda o casal se separar, rejeite essa tendência e estilo de vida. Certas coisas foram criadas para nunca serem alteradas, e o casamento é uma delas. A união entre um homem e uma mulher é instituída e abençoada por Deus. Nas vestes conjugais consta uma etiqueta escrita com as seguintes palavras: “até que a morte nos separe”.

A grande verdade sobre a MODA é que um casamento feliz, saudável, frutífero e abençoado por Deus incoMODA o nosso adversário e arqui-inimigo de Deus, que deseja roubar, matar e destruir toda bela criação e intenção do Criador.

Concluo com as seguintes sugestões: vista a camisa da fidelidade; não troque de cônjuge, mas de atitude e expectativa para ter um casamento duradouro; não renove seu guarda-roupa, mas seu compromisso de amor por seu marido e sua esposa. Ah, se essa moda pega!

Abraços e muito sucesso!

#Divórcio #Separação #Igreja

  • Twitter Clean
  • w-facebook
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now