• Admin

A dinâmica do amor


Quando refletimos sobre o que significa amar e honrar alguém, possivelmente venha à nossa mente uma festa em homenagem a uma pessoa que conhecemos ou uma multidão aplaudindo seu time do coração após a vitória. Contudo, quando a Bíblia se refere a amar e honrar a Deus e aos entes queridos, ela apresenta uma definição mais abrangente e profunda. É um quadro realmente nítido de que honrar alguém implica vê-lo como um tesouro inestimável e tratá-lo com respeito amoroso. A Bíblia também revela que enquanto honrar e amar a Deus se baseia em sua pessoa, majestade, poder e soberania, amar e honrar aos outros é algo que pode ser transmitido às pessoas amadas, sem levar em conta se algumas vezes elas merecem ou não. Deus ordena que o amemos em primeiro lugar e depois aos outros. A demonstração desse amor autêntico é um presente que oferecemos. O marido demonstra seu amor à sua esposa e faz tudo o que lhe é possível para honrá-la e vice-versa. Quando um cônjuge honra o outro e demonstra seu amor, além de selar seu relacionamento, ele o edifica, encoraja, solidifica e abençoa. Isso pode ser demonstrado por meio de uma palavra, um elogio, um gesto de carinho, uma pequena atitude de consideração, um olhar de apreciação. Como consequência natural, os filhos observam esse comportamento e apreendem o exemplo que irá incentivá-los e desafiá-los a agir da mesma maneira. O relacionamento conjugal precisa de cuidados constantes, eu diria diários, para florescer. Por isso, é absolutamente fundamental demonstrar amor, honrar e valorizar o cônjuge. Quando agimos assim, comunicamos ao nosso cônjuge de forma sincera e real que ele é superamado e altamente valorizado. Isso transforma e revitaliza relacionamentos. E este é o objetivo desta edição da Revista Lar Cristão.

Jaime Kemp


0 visualização
  • Twitter Clean
  • w-facebook