Nossos filhos, reflexos de nossas ações



O justo anda na sua sinceridade; bem-aventurados serão os seus filhos depois dele. Provérbios 20.7

Todos os pais têm a grande oportunidade de criar seus filhos de acordo com aquilo que eles vivenciam e acreditam, transmitindo-lhes conceitos e direções que colocam em prática no dia a dia e norteiam sua vida.

É importante fazer uma leitura daquilo que está sendo transmitido, pois muitas vezes ouvimos que os pais precisam gerar condutas corretas para que sejam exemplos para os seus filhos. Mas imagino que exista um erro nesta questão, pois temos que ser pais corretos, íntegros, com postura firme em nossas convicções e de um caráter equilibrado.

Não se trata de ser alguém que não é, fazer algo em que não acredita ou vivenciar aquilo que ele vê em outros amigos e colegas (pais), mas vivenciar intensamente uma vida íntegra, correta e de bons exemplos, pois a maior herança que os pais podem dar aos filhos são os bons exemplos.

É incrível pensar que temos a oportunidade de sermos 24 horas o maior exemplo para outras vidas, que estão na expectativa de serem os melhores discípulos de nossa vida. Vidas que desejam espelhar-se em nós, no nosso falar e andar, em nossas atitudes e hábitos, naquilo em que acreditamos e nos princípios que regem nossa vida. Vidas que esperam uma relação de verdade, genuína, franca e vivida intensamente com amor, cooperação e cumplicidade, sabendo que aquela pessoa é mais que um pai ou uma mãe, mas seus melhores amigos.

Isso ocorre em todas as fases da vida, não somente quando são crianças, momento em que dedicam mais tempo para nos ouvir, mas na adolescência e juventude, quando temos como ser orientadores para as decisões mais importante de suas vidas. E quando estiverem fora de casa, casados, com filhos, podemos ser os mentores deles, com orientações equilibradas e com a vivência e experiência vivida em algumas décadas.

Quero compartilhar algumas dicas que podem contribuir com um relacionamento verdadeiro e duradouro:

Alegre-se mais com seus filhos – procure gerar momentos de brincadeiras e descontração, anime-os a sorrir, a estarem sempre com bom humor e olhar para a vida por uma expectativa mais animadora e alegre.

Dedique mais tempo aos seus filhos – procure gerar momentos em família, tanto em passeios para longe como no dia a dia, seja no café da manhã ou em uma das refeições em conjunto.

Instrua mais seus filhos – procure gerar momentos de conversa, pois muitas vezes não sabem como expressar aquilo que estão pensando ou passando. Instrua-os com ideias e sugestões para que possam proporcionar caminhos mais seguros para suas vidas.

Esteja mais perto de seus filhos – procure gerar a aproximação deles, estando disposto a socorrê-los em qualquer momento ou apoiá-los em suas decisões. Em algumas fases de suas vidas, eles são bombardeados com amigos, influências externas, circunstâncias inesperadas que podem distanciá-los daquilo em que acreditam e levá-los a indecisões. É nesta hora que podemos fazer a diferença.

Para finalizar, deixo uma frase de um autor desconhecido, mas que reflete exatamente nossas ações em nossos filhos: “Viva de tal forma que quando seus filhos pensarem em justiça, honestidade, generosidade e integridade, eles se lembrem de você”.

#Filhos #Evangelização

  • Twitter Clean
  • w-facebook
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now