Intimidade com Deus



Há alguns anos, tive o privilégio de conhecer uma senhorinha preciosa chamada D. Harriet e também tive a honra de andar alguns meses com seu esposo, o Dr. Gerard Van Groningen. Nos oito meses que convivi com ele e sua esposa, ouvi várias histórias preciosas sobre a grande família deles. Groningen, sem dúvida, foi um grande erudito do Antigo Testamento e estudou os relacionamentos familiares numa perspectiva da Aliança, mostrando a visão bíblica como a base do bom andamento de uma família.

Eu faço menção desse casal e da estrutura da família porque pude perceber que eles viviam como família nas mãos do Eterno Deus. Ele escreveu um livro excelente chamado Família da aliança. Numa época em que as pessoas são instigadas a viverem apenas em função de sua própria felicidade, de buscarem apenas a própria realização, Van Groningen traz no livro os conceitos da aliança que precisam ser ensinados para que realmente enfatizemos a dependência de Deus na família. As Escrituras são absolutamente claras em mostrar e comprovar que nós não vivemos por e para nós mesmos. Somos cidadãos do Reino, um reino cuja estabilidade repousa sobre a fidelidade do próprio Deus da família.

Van Groningen faz uma avaliação dos homens de Deus nas Escrituras que passaram por lutas e limitações nas suas famílias, mostrando a grande necessidade que temos de depender de Deus como sacerdotes da família. Olhemos para Abraão e Sara, sua primeira mulher.

A Bíblia fala dela como sua única e legítima esposa. Como não podiam ter filhos, Abraão, seguindo o conselho dela, tomou Hagar como concubina e teve um filho com ela, acreditando ter assim a semente que Deus prometera, mas ele foi repreendido por isso (Gênesis 17.1). Deus lhe disse: Abraão, anda na minha presença e sê perfeito. Essa admoestação veio depois da triste história de Abraão, Hagar e Ismael. Abraão teve também outra mulher, que é citada como uma concubina (Gênesis 25.6). Isso significa que ele teve muitos outros filhos, mas nós lemos que ele não os reconheceu como verdadeiros herdeiros.

Abraão não foi um bom exemplo bíblico em todos os aspectos. A grande verdade nas Escrituras é que ele é a prova do quanto precisamos da ação divina na família para que ela ande com temor, com seriedade e busque o que é correto.

Olhemos para Isaque, que teve uma mulher e dois filhos. Ele também não foi um bom exemplo porque preferia um filho a outro. Olhemos para Jacó, seu filho. Ele teve duas mulheres e duas concubinas. Nós sabemos qual foi o resultado disso para Jacó. Ele teve muitos problemas com sua família. Raquel, esposa de Jacó, ficou aborrecida com ele e havia ciúmes entre os meios-irmãos, tanto que José foi vendido porque Jacó realmente considerava Raquel como sua primeira e única mulher. O primeiro filho dela era o seu filho preferido. Que problemas familiares tinha Jacó!

Por fim, Van Groningen faz uma avaliação do grande homem de Deus, Davi. Ele foi um rei que governou sábia, reta e justamente sobre Israel, conforme 2 Samuel 8.15 nos mostra. Mas ele teve problemas familiares terríveis. Ele não ficou com sua primeira mulher Mical, depois se casou com uma viúva, de quem teve alguns filhos. E nós lemos que Davi teve outras esposas também. Sobre seus filhos, vemos meios-irmãos odiando-se uns aos outros. Absalão tentou destronar seu pai. Que confusão nessa família! A família de Davi também não serve de modelo.

Só que diante de todos esses quadros apresentados pelo Dr. Van Groningen, percebemos que as Escrituras nos mostram que, apesar de esses homens e mulheres serem da família da aliança, todos eram muito falhos, pecadores e limitados nas ações em prol da família. Tanto Abraão como Davi nos ensinam que precisamos de algo divino para termos uma família sadia, equilibrada e que se ama. Então, como podemos ter uma família nas mãos de Deus?

Cultivemos a intimidade com Deus na família A Bíblia fala sobre essa ideia de intimidade entre o homem e a mulher representando a família. Gary Chapman, no livro O casamento que você sempre quis, diz que “o melhor exemplo bíblico deste tipo de unidade é o próprio Deus. É interessante que a palavra usada para ‘um’ em Gênesis 2:24, onde Deus diz: Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne, é o mesmo termo hebraico empregado para o próprio Deus em Deuteronômio 6:4: Ouça, ó Israel: o Senhor, o nosso Deus, é o único Senhor. A palavra ‘único’ fala de uma unidade composta, em oposição à unidade absoluta. As Escrituras revelam Deus como Pai, Filho e Espírito”. A palavra “intimidade” vem do latim intimus, que significa interior. Ela envolve duas pessoas, uma abrindo seu eu interior à outra. É entrar na vida do outro nos âmbitos emocional, intelectual, social, físico e espiritual. Intimidade tem a ver com o senso de amor e confiança que há numa família. Deus nos criou com esse senso de intimidade para que aprendamos em todo o tempo a buscar isso na relação com Ele.

Precisamos buscar uma intimidade e relacionamento com o Deus das Escrituras de tal forma que isso mexa com a estrutura da nossa família. Nossas esposas precisam ver isso em nós, nós precisamos ver essa intimidade divina nelas e nos nossos filhos. Precisamos ser famílias que dependem de Deus na intimidade, e isso é demonstrado no processo espiritual de criar os filhos para Deus e não para eles mesmos. Porque eles começam a perceber que nossa dependência divina é maior que talentos, é maior que o desejo dessa sociedade atual de querer o sucesso a qualquer preço.

Somos pessoas chamadas para ter intimidade com Deus e com o próximo. À medida que exercitamos essa intimidade relacionada com o interior, crescemos na dependência de Deus e podemos dizer como Davi: Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele e o mais ele fará. Ele fará o melhor para a vida da nossa esposa, dos filhos e de todos os processos de crescimento e desenvolvimento da família da aliança.

Transformemos a nossa casa no centro de treinamento do evangelho de Cristo O melhor lugar para sermos nós mesmos é na família. Em casa temos mais liberdade para tudo na vida. Em casa aparecem os erros e pecados mais frequentes. É exatamente na nossa família que podemos corrigir os erros que cometemos na vida. Em casa ficamos nervosos mais facilmente, às vezes gritamos e ofendemos a esposa ou o esposo. Gritamos com os filhos, ficamos irritados. Ficamos em silêncio ou falamos demais. É na nossa casa que somos realmente normais.

Não há lugar melhor para treinarmos todos quanto às verdades da Palavra divina. Na convivência diária somos treinados no amor que devemos dar ao cônjuge; na humildade que devemos ter no tratamento com os filhos; na paciência quando eles nos irritam e realizam as mazelas deles; na bondade e mansidão quando o cônjuge é ofendido; no serviço mútuo entre pais e filhos; e também na prática do respeito entre marido, mulher e filhos.

Nesse processo todo, podemos ser treinados para mostrar o quanto nossa família está nas mãos do Senhor. Em casa somos moldados para depender mais de Deus para nos ajudar a praticar o fruto do Espírito em todas as ações. No lar aprendemos e somos treinados a perdoar, confessar pecados, renunciar a nós mesmos e a sofrer pelos membros da família em amor. Esse treinamento divino, diante de todos os processos da vida de uma família, nos ajuda a proclamar o evangelho fora de casa.

As nossas famílias são os instrumentos para sairmos e mostrarmos para as pessoas que Deus é verdadeiro, porque perdoamos como Ele perdoa, amamos como Ele ama. Nós somos humildes e pacientes como Ele é. É no lar que ensinamos os filhos a orar e a confiar em Deus para todos os fatos da vida. O lar, então, é o melhor centro de treinamento para ensinarmos sobre o evangelho da graça de Deus. Lembremos que quanto mais íntimos formos com Deus e com nossa família, maior será o nosso impacto como testemunhas que mostram o evangelho do Senhor Jesus de maneira simples, verdadeira e honesta.

Que o Senhor nos dê graça para sermos uma família nas mãos d’Ele em todos os movimentos dela!

#Comunicação #Família #Oração

  • Twitter Clean
  • w-facebook
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now