• Admin

Quem é a pessoa com quem me casei?



Antes de dar a resposta a essa pergunta, quero compartilhar duas frases. A primeira dá uma dimensão numérica a respeito da pessoa que tem estado ao meu lado desde a adolescência: “1 universo, 8 planetas, 204 países, 809 ilhas, 7 mares, 7 bilhões de pessoas. E a única pessoa que eu preciso para ser feliz é você!” (Bob Marley).

Os números podem não estar atualizados, mas a frase apresenta uma declaração apaixonada, e eu encontrei essa pessoa que me faz feliz, que é a minha esposa, eterna namorada, mãe de meus filhos, e juntos temos sonhado e lutado a cada dia.

A segunda frase diz: “Não existe amor perfeito” (desconhecido), que também tem sua amplitude. Ao checarmos o significado da palavra “perfeito” no dicionário, encontramos: que reúne todas as qualidades; que não tem defeitos; ideal, impecável, excelente. Apesar da frase negativa, eu posso afirmar que encontrei muitas qualidades na pessoa que está ao meu lado nestas últimas décadas. Apesar das diferentes declarações, o que torna um casamento perfeito é o amor e respeito que temos um pelo outro, a linha aberta de comunicação entre nós, o convívio diário que nos lapida e nos ensina a olhar para aquela pessoa que está ao nosso lado com um olhar de dimensões jamais vistas.

O amor é a força mais poderosa do mundo, que acaba com guerras, que une pessoas, que faz conexões jamais imagináveis, que liga pessoas umas com as outras.

O verdadeiro amor não depende de quem o recebe; ao contrário, é a melhor forma de exercer algo por alguém sem receber nada em troca. A pessoa que ama decide amar porque quer amar, porque sente a alegria de estar ao lado daquela pessoa, porque amá-la é uma questão que definiu em seu coração e deseja colocar em prática todos os dias.

Como está declarado em 1 Coríntios 13.4-7, o amor é paciente, é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. Quantos termos e verbos aqui apresentados, que dão luz ao nosso entendimento, nos faz rever as nossas atitudes, nos anima a sermos melhores diante da pessoa que escolhemos e até para aqueles que estão à procura da pessoa amada.

A verdade final desse versículo é que aprendemos que o amor suporta tudo. A palavra “suportar” no grego é “hupomeno”. Seu significado vai além de ser muito paciente com as pessoas (makrothumeo); significa também ser muito paciente com as circunstâncias (hupomeno), demonstrando que temos de enfrentar, junto com a pessoa com quem decidimos passar o resto de nossa vida, todas as provas da vida.

O amor é uma decisão poderosa, e não existe um amor igual ao de Deus, porque só esse amor, através de Jesus, pode transformar a nossa vida e nos completar. Deus é amor. Seu amor serve de exemplo. Nós devemos amar os outros de forma incondicional, como Deus nos ama.

Mas quem é a pessoa com quem me casei? É a pessoa que aprendi a amar, respeitar e cuidar. É a pessoa que está ao meu lado na alegria e nos momentos mais difíceis. É a pessoa com quem vou construir um “amor perfeito”, deixando as diferenças de lado. É a pessoa que me ensina o que é amar e como posso exercer esse amor.

Finalmente, penso e creio que a pessoa com quem me casei e o amor que construímos podem ser expressos com o versículo que se encontra em Cantares de Salomão 8.7: “As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam”.

#Personalidade #Relacionamento #Amor

  • Twitter Clean
  • w-facebook