Amar é: compreender e apreciar as diferenças do cônjuge



Eu sou muito extrovertido e, como diz a cultura popular, “os opostos se atraem”, fui atraído por uma menina de personalidade tímida! Além da sua beleza, fui atraído pelo seu jeitinho tímido e calado, bem diferente do meu jeito de ser.

A gente só conhece uma pessoa depois de conviver muito tempo com ela. Para ter um relacionamento matrimonial saudável, é preciso conhecer profundamente seu cônjuge e aceitar com amor suas diferenças. Quando lemos o livro Temperamento controlado pelo Espírito, fomos ajudados muito mais em nosso relacionamento, pois descobrimos nossos temperamentos e por que agíamos tão diferentemente um do outro. Mas foi lendo Homens são de Marte e mulheres são de Vênus que compreendemos as diferenças entre o homem e a mulher e compreendemos melhor as nossas diferenças! O autor mostra em detalhes as diferenças entre a alma feminina e a masculina. Saber como você é diferente de seu cônjuge é essencial para um relacionamento saudável.

As características dela que me atraíram no começo do relacionamento passaram a me irritar no dia a dia. Não basta saber a diferença da outra pessoa, mas também devemos aceitá-la como ela é. A leitura da Bíblia veio mais uma vez em nosso auxílio, pois só ela mostra como amar nosso cônjuge incondicionalmente. A Bíblia nos ensina não somente a aceitar nosso cônjuge como ele é, mas amá-lo como Cristo amou a Igreja, com o amor ágape.

Hoje as nossas diferenças não nos irritam mais. A Ivone aprendeu a me conhecer e me aceitar com minhas virtudes e fraquezas e aprendi a amá-la do jeito que ela é. Passei a admirá-la muito mais depois que aceitei suas diferenças! Hoje estamos vivendo já a terceira idade. A tendência natural é que os velhos se tornem “rabugentos” um com o outro, mas nós decidimos que não agiríamos assim, pelo contrário, seríamos mais pacientes e carinhosos. Quando estou na “caverna”, ela tem paciência de me esperar e não fica me perturbando para dizer o que aconteceu. Eu tenho mais paciência de ouvi-la e compreendê-la. Ela parou de me criticar, eu parei de irritá-la.

A mulher, por natureza, é bem diferente do homem. Viva a diferença! Mas viver essa diferença no casamento exige maturidade. Os casais jovens não esperam por essa maturidade, que vem com o tempo, e infelizmente logo pensam em separar nas primeiras dificuldades das diferenças. Durante o namoro e o noivado, os dois escondem quem realmente são, mostrando um ao outro o seu melhor. Somente depois que casam é que vão se conhecer de verdade. Não é só a paixão e o amor que fazem um casal feliz, mas também uma amizade sólida que vai durar para toda a vida. Estamos casados há mais de quarenta anos e ainda estamos construindo um relacionamento saudável. Compreender e apreciar as diferenças da minha esposa me faz muito mais maduro, e nosso relacionamento se torna muito mais amoroso. Nosso amor é muito mais forte hoje do que nos primeiros anos de casamento. Hoje aceito plenamente suas diferenças e sentimos que um completa o outro. Deus nos fez assim, e isso nos enriquece como pessoas e como casal.

#Personalidade #Amor #Relacionamento

  • Twitter Clean
  • w-facebook
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now