Sexo é mais do que uma simples diversão



Infelizmente, vivemos dias em que estão deturpando a Palavra de Deus, principalmente os movimentos liberais, que estão crescendo de forma absurda, com total inversão de valores. E no meio cristão não é diferente: pastores cometem adultério por pura diversão e continuam exercendo o trabalho pastoral, jovens “ficam” (ficar não é só dar beijinhos, e sim ter relações sexuais) porque “não tem nada a ver”, não conseguem segurar o ímpeto da carne, pois o sexo é prazeroso e supre suas carências (pensam que supre), e ainda dizem que Jesus é amor e levou todos os nossos pecados na cruz, tudo em nome de uma espiritualidade liberal, que banaliza a graça.

Com esse pensamento, os casais de namorados “cristãos” têm ido para a cama acreditando que Deus os está abençoando, mesmo porque o que importa, afinal de contas, é que eles se amam. Não vou incluir somente os jovens nesse contexto, pois há pessoas mais velhas que usam o sexo como simples diversão e não medem as consequências, que podem ser desastrosas: doenças, problemas emocionais, abandono, destruição familiar. Quando cremos na Palavra de Deus e lhe obedecemos, evitamos essas consequências em nossa vida.

Deus, pelo seu infinito amor, nos deixou as Escrituras, e há um propósito em tudo que está contido nelas. O sexo foi criado por Deus e é bom e prazeroso, mas, segundo as Escrituras, há um tempo certo para ser praticado e desfrutado. “Por isso deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á a sua mulher, e serão os dois uma só carne; e assim já não serão dois, mas uma só carne” (Marcos 10.7-8); “Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem” (Mateus 19.6).

Quando um homem e uma mulher que não tiveram nenhuma experiência sexual se casam, eles vão se descobrir e haverá uma parceria e crescimento juntos, sem comparações, pois não conhecem outra sensação a não ser com o seu cônjuge. Aqueles que tiveram relações com outras pessoas antes de se casar podem fazer comparações e achar a experiência passada melhor, e isso pode comprometer a saúde do casamento e até mesmo levar ao divórcio. Por isso Deus nos instrui a não nos relacionarmos sexualmente antes do casamento. Ele instituiu o sexo somente no casamento para a nossa felicidade, plenitude e segurança e deve ser honrado por todos. A Bíblia não permite relações sexuais fora do matrimônio (1 Coríntios 6.18-7.2) e condena a imoralidade como um pecado que afronta a santidade do Senhor.

Existem inúmeras passagens que afirmam que o sexo antes do casamento é pecado (Atos 15.20; 1 Coríntios 5.1, 6.13, 18, 10.8; 2 Coríntios 12.21; Gálatas 5.19; Efésios 5.3; Colossenses 3.5; 1 Tessalonicenses 4.3; Judas 7). Em 1 Coríntios 7.8-9, Paulo orienta a igreja dizendo que é melhor que o solteiro se case do que viver abrasado.

O sexo é a intimidade mais profunda entre um homem e uma mulher. É se despir ao outro, é se abrir completamente, se revelar ao outro, é unir-se um ao outro e se tornar um só. O sexo não pode ser simplesmente uma diversão, pois é uma aliança que fazemos com o outro e com Deus.

#Sexo #Namoro #Casamento

  • Twitter Clean
  • w-facebook
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now