Enfim sós...



”Enfim sós” se estabeleceu como a frase que definiria o momento de intimidade esperado pelos noivos. Momento em que, depois de um tempo de se conhecer, depois da correria da preparação da celebração do casamento, depois das celebrações, abraços de amigos, felicitações, chegaria o tão esperado momento: a intimidade por meio do amor e da entrega. Quando as regras sociais eram mais próximas da Palavra de Deus, o “enfim sós” era naturalmente esperado. Os casais eram preparados para se conhecerem intimamente em seu leito matrimonial, descobrindo-se ali como um casal. A beleza de se guardar para uma só pessoa tem sido, por meio de um espírito de prostituição e engano, denegrida. Tem-se lançado a ideia falsa de que é necessário ter várias experiências sexuais para ser “bom” nessa área. Também há a mentira de que é preciso experimentar antes para saber se há compatibilidade sexual. Essas mentiras têm levado pessoas a perderem o melhor que Deus preparou para o ser humano sobre sua sexualidade. Por causa da difusão de mentiras, a beleza do amor mediante o sexo no casamento tem desabado, aumentando significativamente o adultério, a prostituição, a promiscuidade pela internet, a falta de intimidade do casal. Em Cantares de Salomão 8, vemos o desejo sexual de um casal a ser desfrutado em seu leito. Porém, no versículo 4 lemos: “... não acordeis, nem desperteis o amor, até que este queira”. Nesse sublime capítulo, vemos a beleza de esperar a hora certa para o amor sexual ser despertado. O casal de noivos, ou namorados, precisa saber que deve se manter bem longe dos limites de despertar o amor sexual antes do casamento para não perder o melhor. Tudo que é tomado antes da hora, por melhor que seja, é como um aborto. Rouba o melhor. Tive uma amiga na faculdade que me ensinou uma frase que jamais esqueci, por sua sabedoria: “Quando Deus está vindo com um prato de ouro, o diabo vem com um de fubá. E muitos pegam o de fubá, perdendo assim o ouro de Deus”. Assim é em vários aspectos da nossa vida. E assim é quando despertamos o amor antes da hora. É natural o jovem ter desejo, seus hormônios são responsáveis por isso. Exatamente por essa razão precisa saber manter-se longe de situações que o façam ultrapassar os limites. A frase mais enganosa que posso ouvir é: eu sei até onde posso chegar. Não, não sabe! Para não ter roubada sua pureza, é preciso evitar toda a situação que provoque o despertar do desejo. Todo tipo de pornografia, por meio de filmes, revistas, internet, até aquela camuflada, que parece inocente, mas não é, muito comum hoje em dia em filmes que têm assuntos diversos, mas sempre apresentam cenas que despertam o desejo sexual. São preocupantes também as novelinhas para adolescentes e jovens que sugerem todo o tempo que o sexo na adolescência é expressão normal de amor. É sabido que o adolescente está se preparando emocionalmente para o tempo certo de despertar o amor. E quando ele desperta nessa fase da vida, traz consequências dolorosas. Casais de noivos e namorados devem evitar ficar sozinhos em lugares que propiciem a intimidade e conduzir um relacionamento mais voltado para a intimidade espiritual, o conhecimento pessoal e emocional e com menos toques que despertem o amor sexual. Isso terá o seu tempo e será precioso. Mas talvez alguns jovens estejam lendo este artigo e se perguntando: o que há de tão especial em se guardar? Vou dar algumas razões para isso. A primeira, e a mais básica, porém a mais refutada, é que é a vontade de Deus. Ele fez o homem para ser de uma só mulher, e a mulher para ser de um só homem. Há uma beleza sublime em um casal ser um, sem ter nenhuma memória de outros em seu leito. Deus é o nosso criador. Ele não só criou nossa carne, mas nós por inteiro. Ele sabe como nossas emoções reagem ao envolvimento sexual, por isso nos ensinou que guardar a virgindade para o casamento é também guardar seu coração de muitas dores. Não há ninguém melhor que o nosso Deus para saber como funciona o mundo espiritual, inclusive o nosso espírito. Muitos têm achado que podem desligar o seu próprio espírito de envolvimentos sexuais, mas isso é um grande engano. Também aqui, para nos proteger, o Senhor nosso Deus nos ensina que com qualquer pessoa que tenhamos uma experiência sexual passamos a permitir que ela seja uma conosco. Como fica o leito matrimonial de alguém que já se tornou um com outras pessoas? Se isso já aconteceu com você, arrependa-se e peça que o Senhor restaure a virgindade em seu coração. Deus é misericordioso para perdoar e poderoso para restaurar. Mas tome uma nova atitude. A vontade de Deus é boa, agradável e perfeita e seus ensinamentos são proteção para seus filhos. A segunda é a beleza da descoberta de um casal. Quando um casal se guarda, no dia de se conhecerem sexualmente vão se descobrir sem nenhuma interferência de outras experiências. Em palavras bem claras: não haverá terceiros em seu leito de amor. Cada casal tem sua forma de amar, de despertar o amor e o desejo um no outro. É muito lindo o fato de que a vida íntima do casal não possa ser reproduzida. São duas pessoas únicas se descobrindo e construindo sua forma única de amar. A vida sexual não tem um manual de coisas que dão certo ou errado. Cada pessoa tem o que a faz despertar para o desejo e uma forma de despertar o desejo do(a) seu(sua) amado(a). E isso é descoberto pelo casal, não no primeiro encontro, mas a cada dia. E como é precioso que seu leito de amor tenha a segurança de ser único. E a terceira é o dia especial. A sexualidade é algo tão intenso que interfere no corpo, na alma e no espírito. É uma das experiências mais profundas do ser humano, por isso foi guardada para o casamento. É a única experiência entre duas pessoas capaz de torná-las uma carne, um coração e um espírito. Quando penso nisso, fico assustada ao ver como a desordem na área sexual tem destruído pessoas e as feito perder o melhor. O momento da entrega não pode ser de qualquer forma, em qualquer lugar, com qualquer pessoa. Ele é profundo demais, é sublime demais para que seja assim. Esse é um presente de Deus para seus filhos, e não podemos abrir mão de um presente tão especial de Deus para nós. Não usufruir desse momento é ser roubado pelo diabo, mas só seremos roubados se permitirmos. É preciso dizer não ao engano, à mentira, à nossa carne para não perdermos o melhor de Deus. Tome hoje um posicionamento em Deus de guardar-se para não ser roubado. Se você já caiu no engano, arrependa-se e peça ao Senhor que restaure a virgindade em seu coração. Deus é poderoso para fazer isso e muito mais. Nosso Pai é perdoador e restaurador. Você ainda pode desfrutar dos presentes de Deus no casamento. Comece do zero hoje! Que o amor desperte no tempo certo e leve você a desfrutar das delícias do amor de um casal!

#Sexo #Casamento

  • Twitter Clean
  • w-facebook
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now