A maior e melhor tarefa de nossa vida



Como muitos sabem, sou pai de três filhas, portanto partilho com você os prazeres, tristezas, dúvidas e preocupações da paternidade. Agora minhas filhas já são mulheres adultas, casadas e duas delas mães; mas essas três brasileirinhas continuam enchendo o meu coração e o de minha esposa de alegria e satisfação.

Não tenho a pretensão de falar como especialista na educação e criação de filhos. Nessa área não existem peritos inquestionáveis. Assim como você, pai, também luto para fazer o melhor pelas minhas filhas e tento errar o menos possível. Porém, a primeira coisa que precisamos ter em mente como pais é: O Pai não Sabe Tudo.

Exatamente por isso, antes de tudo precisamos depender, totalmente, da sabedoria e da orientação de Deus. A comunhão plena com o Senhor e o conhecimento de sua Palavra são elementos essenciais e insubstituíveis nos momentos em que devemos tomar decisões, pois algumas delas poderão causar marcas profundas e irreversíveis na vida dos nossos filhos.

Em segundo lugar, também precisamos compreender que se nós, pais, tivéssemos mais disposição em trocar ideias com outros irmãos, compartilhar nossas lutas em relação à criação dos filhos, se orássemos e encorajássemos uns aos outros, certamente não só teríamos mais condições para enfrentar os desafios deste século como também educaríamos nossos filhos de modo mais satisfatório.

Sendo assim, quero encorajá-lo e motivá-lo a caminharmos juntos na análise de alguns aspectos relativos às responsabilidades inerentes à incumbência de ser pai. Seu grau de dificuldade, no entanto, variará de acordo com a faixa etária dos seus filhos, do nível de maturidade deles e da habilidade e disposição que você tem de educá-los.

O que Significa Ser Pai Estou consciente das pressões que um pai enfrenta diariamente na batalha para manter sua família em harmonia. Mas todo pai precisa compreender a importância vital do papel do pai na vida de seus filhos. Há três ações que considero prioritárias e absolutamente imprescindíveis a um pai:

1. Dedique-se à responsabilidade e ao privilégio de ser pai O salmista nos fornece a perspectiva correta do desafio que temos diante de nós como pais: “Eis que os filhos são herança do Senhor, e o fruto do ventre o seu galardão. Como flechas na mão de um homem poderoso, assim são os filhos da mocidade. Bem-aventurado o homem que enche deles a sua aljava” (Salmos 127.3-5a). É verdade que há momentos em que questionamos se, de fato, estamos preparados para essa tarefa. No entanto, quando paramos para pensar que Deus nos confiou o sublime trabalho de formar e preparar pessoas para se tornarem cidadãos responsáveis e tementes a Ele, essa concessão passa a ter significado eterno.

2. Lembre-se sempre de que Deus quer nos ensinar por intermédio da vida de nossos filhos Assim como temos o poder de influenciar nossos filhos, também aprendemos com eles. Filhos precisam de pais, mas o contrário também pode ser verdadeiro. Os filhos, muitas vezes, são instrumentos nas mãos do Senhor. Ele usa essas situações de conflito e dor para nos ensinar a sermos humildes, a dependermos dele e recebermos sua misericórdia.

3. Não se deixe cair na cilada da culpa Não importa quanto você se esforce e se prepare para ser um bom pai. Olhando para trás e analisando seu procedimento, sempre sentirá que falhou ou não agiu satisfatoriamente em algumas ocasiões. Você se descontrolou, foi severo ou maleável demais, tomou uma decisão errada. Todos nós lamentamos algo, mas não podemos voltar atrás e desfazer o erro nem eliminar as consequências. O que devemos fazer, entretanto, é redirecionar toda nossa insatisfação pessoal, e conseguimos isso admitindo os erros e aprendendo com eles. Só assim é que nos tornamos melhores pais e nos preparamos para sermos excelentes avós.

O Senhor nos oferece algumas ferramentas eficientes para educarmos e ajudarmos nossos filhos neste complexo e confuso mundo em que vivemos.

O Ambiente Familiar Causa um Grande Impacto na Formação dos Filhos O lar é sempre o espelho dos pais. Os filhos passam a maior parte do tempo com eles, quando pequenos, absorvendo seu modo de agir e de pensar. Mais tarde, especialmente na adolescência, os filhos passam a questionar as decisões e posturas de seus pais. Nessa fase, mais do que nunca, os pais têm de ter especial atenção e cuidado quanto às motivações de suas resoluções, bem como seu próprio comportamento dentro e fora do lar. Sua postura é extremamente relevante para a conduta dos filhos.

A Importância da Figura Paterna na Criação dos Filhos O caráter e o consequente comportamento do pai são o ponto de partida na formação do caráter e da personalidade dos filhos. É uma grande responsabilidade. Se um pai não assumir seu dever de ensinar seus filhos, por meio de seu próprio exemplo, valores e comportamentos adequados, isso poderá causar-lhes sérios problemas comportamentais, sociais e psicológicos.

Quando a Figura Masculina É Distorcida É muito difícil ser bom marido e bom pai vivendo em uma sociedade que propaga incansavelmente atitudes, comportamentos e pensamentos contrários aos ideais de Deus para o homem. O pai consciente deve sempre avaliar de que maneira o sistema está influenciando e moldando negativamente sua vida, desviando-o, por consequência, da direção que conduz à realização pessoal e à aprovação e bênção do Senhor.

Para buscar desenvolver em seus filhos o caráter cristão e os valores morais sólidos, é necessário que você lhes ofereça:

Modelo Positivo Presente e Perceptível – Investir tempo na família é fundamental para desenvolver nos filhos o sentimento de união familiar. São momentos preciosos nos quais o pai poderá aproximar-se mais de seus filhos, conhecê-los melhor e vice-versa. Seus filhos poderão entender melhor sua ausência, às vezes prolongada, devido aos compromissos profissionais, e lidar com isso de modo menos traumático. Eles saberão que seu pai os ama e gostaria de estar com eles se pudesse.

Pai, você deve ser modelo de caráter para seus filhos. Eles merecem que você seja sensível, carinhoso e compassivo. Eles precisam sentir o amor em suas ações com eles e com a mãe deles. Acredite: isso vai marcá-los definitivamente e influenciará positivamente no casamento e no relacionamento deles com seus futuros cônjuges e filhos.

Um Ambiente que Cultiva uma Intimidade Sadia – Nossa cultura tem deturpado o verdadeiro significado e a real motivação da intimidade. Atualmente ela está associada ao erotismo. Isso pode provocar nos filhos a ideia equivocada de que a intimidade só pode ser alcançada na relação sexual. Porém, refiro-me à intimidade como a capacidade de ser autêntico, transparente e de não ter qualquer reserva em relação à outra pessoa. Ser íntimo significa estar ligado a alguém por laços de confiança e carinho. Seus filhos precisam e desejam que você seja íntimo e autêntico com eles e também com sua esposa. Dê a eles o privilégio de investigar, descobrir, conhecer e tentar entender os mistérios da alma deles como filhos e também da sua, como pai.

Um Ambiente Seguro – Nossos lares devem ser refúgios seguros, pois nossos filhos, principalmente os adolescentes, não estão preparados para enfrentar grandes instabilidades emocionais. O pai que não demonstra visivelmente ser apaixonado pela esposa planta uma semente de insegurança no coração dos filhos: “Será que um dia meus pais vão se separar?”. A ausência frequente do pai também contribui para aumentar a insegurança dos filhos. Eles ficam privados da provisão emocional, do ensino, da transmissão dos valores paternos e de seus conselhos. Tal responsabilidade recai sobre a mulher, que, então, passa a ser mãe e pai.

Um Ambiente em que a Dignidade de cada Pessoa É Priorizada – Acredito que dignidade é uma questão de respeito. O pai não deve ser um ditador, um mandão, mas um amigo sempre acessível, que sabe ouvir, encorajar, estimular e consolar. O filho, volto a dizer, principalmente adolescente, tem a ganhar quando percebe, o mais cedo possível, que é amado incondicionalmente e aceito, seja qual for seu desempenho.

O pai deve comunicar e ensinar aos filhos que eles foram criados à imagem de Deus: “Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança” (Gênesis 1.26a). Assim também diz o salmista: “… porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras” (Salmos 139.14b). Os filhos de ambos os sexos precisam sentir que seu pai reconhece o seu potencial, seus dons, talentos, sua capacidade e suas habilidades. Esse sentimento os ajuda a canalizar e utilizar adequadamente todo seu potencial para o desenvolvimento pessoal.

Um Ambiente de Amor, Respeito e Compreensão – O mundo é extremamente competitivo, crítico e não economiza pressões, abusos verbais, ridicularização e palavras de baixo nível. Tais ações acabam intimidando alguns, estimulando o conformismo. No entanto, se o lar possuir um ambiente tranquilo, em que o filho possa sentir carinho, amor, compreensão e respeito, ele adquirirá confiança para enfrentar e combater as pressões externas que atacam sua autoestima. Pai, seus filhos precisam distingui-lo como alguém compassivo dentro e fora do lar. Atitudes educadas e de solidariedade, gentileza e respeito ao semelhante ensinam os filhos a respeitar, considerar, servir e ajudar as pessoas. Eles aprendem a valorizar o ser humano como alguém que, como eles mesmos, também merece respeito e consideração.

A minha pergunta é: que contribuição você está dando à vida de seus filhos? Em Mateus 22.36 lemos que um escriba fez a seguinte pergunta a Jesus: “Mestre, qual é o grande mandamento na Lei?”. No versículo seguinte (22.37), retrocedendo a Deuteronômio 6, Jesus respondeu: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento”. Jesus mostrou-nos a maior herança que podemos deixar a eles. Isso é prioridade em sua vida? Espero que sim.

Seja nas situações felizes ou quando vierem dores às vezes até irreversíveis, esteja certo de que aquilo que você transmitiu para seus filhos – suas reações, suas palavras, suas atitudes e seu comportamento – irá marcá-los positivamente e para a eternidade. Lembre-se disso! Pense seriamente nisso!

#Paternidade #Pais #Paisefilhos

  • Twitter Clean
  • w-facebook
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now