É doce, mas não derrete e não engorda!


25 de setembro de 2015

Querido Jaime:


É difícil acreditar que hoje estamos comemorando 50 anos de casados. Parece que foi ontem que nos comprometemos diante de Deus, de nossos familiares e amigos a ficarmos juntos “até que a morte nos separe”. Aceitar casar-me com você foi uma decisão sábia. Isso não quer dizer que não tivemos que fazer alguns “ajustes” naqueles primeiros anos de casamento. Houve certo “choque cultural” porque as coisas eram muito diferentes entre a família Kemp e a família Stewart, a minha família.

Os Kemp chegavam sempre bem antes da hora. Os Stewart com pelo menos meia hora de atraso. A sua mãe o ensinou a fechar o tubo de pasta de dentes depois de usá-lo. A minha mãe, não. Essas coisas causaram certas rusgas, mas eu aprendi. Hoje chego a meus compromissos antes da hora ou pelo menos na hora certa. Você também aprendeu. Hoje compra dois tubos de pasta de dentes – um para você (para ficar sempre tampado depois de usado) e outro para mim (que às vezes está tampado e outras não).

Porém, houve muito mais fatores que nos uniram em vez de nos separar. Temos o mesmo Senhor, a mesma fé, os mesmos valores, a mesma visão de ministério. O amor que nos une é o amor que Deus tem derramado em nosso coração pelo Espírito Santo. Nós nos amamos porque Ele nos amou primeiro.

Sinto-me uma mulher muito amada. Percebo claramente o amor que você sente por mim até em pequenos detalhes. Mas além de tudo:

Na sua Autenticidade Você é uma pessoa muito sincera, transparente, sem fingimento. Você jamais conseguiu subir ao púlpito para pregar havendo um problema entre nós. Você está sempre disposto a admitir seus erros, quando os comete. Em seus seminários, você costuma compartilhar com o público não somente nossas vitórias, mas também nossas lutas. Isso dá credibilidade à sua pregação.

Como pai, você sempre esteve e ainda está pronto a confessar: “Eu errei. Por favor, me perdoe. Eu amo você”. É tão reconfortante saber que você tem predisposição para perdoar nossos erros. O meu marido, o pai de nossas filhas é uma pessoa cheia de graça!

Na sua Fidelidade Eu sempre soube que sou a única mulher em sua vida. Isso tem me dado uma segurança que não tem preço. Estou certa de sua fidelidade não apenas nessa área, mas também pude constatá-la nas horas de crise que enfrentamos. Lembro-me da época em que sofri depressão. Sentia medo, pois achava que se continuasse daquela maneira, sem sair da cama, sem cuidar da nossa família, acabaria destruindo seu ministério. Mas você tirou esse peso dos meus ombros. Recordo-me que você disse: “Se precisarmos ir embora do Brasil, nós vamos. Se for preciso eu deixar o ministério, vou deixar. Eu a amo e vamos fazer tudo para você melhorar”.

Eu melhorei e nunca mais enfrentei a depressão. Foi através da graça que você demonstrou por mim que comecei a compreender a imensurável graça de Deus.

No seu Companheirismo Como eu gosto da sua companhia! Ensinamos a Palavra de Deus juntos. Viajamos juntos. Oramos juntos. Nossa conversa é sempre agradável, gostosa. Aprendi a gostar de futebol (Palmeiras!!!) e também de futebol americano.

Aprendi o nome dos jogadores, as regras dos jogos, quando é apropriado fazer um comentário e quando é melhor ficar bem quieta.

Você aprendeu a gostar de longas caminhadas na praia ao meu lado e de assistir a filmes românticos. Apesar de sua agenda lotada, você sempre reservou as noites durante a semana para estar em casa com a família. Nunca nos sentimos em segundo plano. Seu casamento e sua família sempre foram prioridade em sua vida. Você é o meu melhor amigo!

No seu Encorajamento Você percebeu que Deus me concedeu certos dons e nunca hesitou em encorajar-me a desenvolvê-los. Jamais imaginei que um dia escreveria um livro ou faria palestras para senhoras em seminários e retiros. Você sempre nota quando estou cabisbaixa e sabe dizer alguma coisa que me anima. Logo em seguida estou rindo.

No seu Carinho Você é um marido bem romântico. Sempre recebo flores, elogios, chocolates e outros presentes. Gosto demais dos seus beijos e dos seus abraços. As nossas filhas e nossos netos também.

O que eu fiz para receber tanto amor? É graça!

Neste aniversário do nosso casamento, agradeço a Deus por você, Jaime. Peço que possamos ser sempre fiéis a Ele “até que a morte nos separe”. Sei que Deus ainda reserva muitas coisas boas para nós no futuro. Jaime, seu amor é realmente melhor do que chocolate, porque:

É mais doce! Não derrete! Não engorda!

Beijos da sua esposa abençoada.

#Amor

  • Twitter Clean
  • w-facebook
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now