Eu e minha família na casa de Deus



Certamente, para a grande maioria dos cristãos, não é novidade alguma o significado de “Casa de Deus” neste tempo da graça. Casa de Deus é nosso corpo e ao mesmo tempo o organismo vivo, a comunidade dos santos, o edifício espiritual, também chamado Igreja; e nessa casa, cada membro é uma pedra espiritual, e as pedras, ligadas umas às outras e bem ajustadas, formam o edifício espiritual (Efésios 4.16; 1 Pedro 2.5).

Porém, precisamos admitir que a cultura religiosa, através dos séculos, impregnou na mente coletiva dos cristãos a ideia de um prédio, um “lugar” onde tudo acontece, e que sem ele não é possível sermos cristãos. Essa falsa ideia ofusca a verdadeira importância da relação entre a família e a Casa de Deus!

O conceito equivocado de Casa de Deus por parte de muitas famílias traz resultados frustrantes para os filhos. Os pais veem a igreja como uma instituição semelhante à escola. Assim, pensam que podem terceirizar a formação do caráter dos filhos, seguindo o mesmo padrão dos pais mundanos, que colocam seus filhos nas instituições de ensino desde a mais tenra idade, transferindo aos educadores profissionais o que é de sua responsabilidade. Comportam-se como meros “consumidores do templo” e criam filhos igualmente consumistas, pensando que levá-los “à igreja” todos os domingos já é suficiente.

Já ouvi muitos pais lamentarem, inconformados ao verem seus filhos adolescentes afastados de Deus: “Não sei o que aconteceu; criei os meus filhos na igreja!”. Talvez este tenha sido o real problema! Confiaram na igreja instituição, terceirizaram a educação espiritual dos filhos, em vez de os instruírem pelo estilo de vida; e, além disso, não ensinaram que igreja é um organismo, um corpo onde todos os membros servem uns aos outros por meio dos dons e talentos recebidos de Deus.

Portanto, a verdadeira Casa de Deus tem seu papel fundamental na formação espiritual da família. James Hunter, ao abordar princípios de liderança servidora, diz que ninguém aprende a nadar lendo apenas um livro sobre natação; é necessário o ambiente para praticar até alcançar a habilidade, neste caso a piscina. A igreja é o ambiente adequado para prover crescimento e maturidade espirituais. Infelizmente, ainda hoje, é costume de alguns desprezarem a importância de congregar, ignorando a advertência do autor aos Hebreus: “Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns, mas procuremos encorajar-nos uns aos outros...” (10.25 – NVI).

Não poucos pais já me disseram que as crianças não querem ir aos cultos, por isso não os levam. Dizem que não podem forçá-los. É interessante que esses mesmos pais não dão a mesma opção aos filhos quando se trata de irem à escola, escovarem os dentes, tomarem banho... Não é estranho? Se os pais não valorizam o ato de congregar, porquanto lhes falta a revelação do significado da igreja (corpo), os filhos se tornarão meros religiosos, e mais tarde o risco do afastamento será iminente!

Congregar não pode se tornar uma simples rotina religiosa, mas precisa se tornar um hábito. A Casa de Deus, igreja, tem fundamental importância na formação espiritual da família. Uma frase muito repetida entre nós é: “famílias fortes, igrejas fortes”. Embora seja uma verdade, particularmente penso que a primeira não determina a segunda. Acredito que família espiritual (igreja) e família biológica andam juntas, elas se completam. Por mais que uma família queira andar pelos princípios da Palavra, se desprezar a família espiritual (igreja), sua espiritualidade ficará comprometida. A Casa de Deus, comunidade divina, é peça fundamental na formação e fortalecimento da família. Não é possível vivermos o evangelho de Cristo isolados em nossos redutos egocêntricos.

A casa de Davi, que é a verdadeira Casa de Deus, está sendo restaurada (Atos 15.16). Não é de pedra, mas de gente, gente que cultua (adora) não no limite de tempo e espaço, mas como estilo de vida. Famílias comprometidas com Deus são famílias comprometidas com a Casa de Deus, esse organismo gerado por Jesus e alimentado pelo Espírito Santo!

#Pais #Paisefilhos #Paternidade

  • Twitter Clean
  • w-facebook
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now