A transmissão de valores morais



Diferentemente de Jerusalém, a igreja em Antioquia estava imersa numa sociedade pagã, de cultura grega, hábitos licenciosos e religiosidade plural. Guardadas as devidas proporções, o cenário cultural e espiritual era muito parecido com o das grandes cidades brasileiras; Antioquia estava entre as três ou quatro maiores cidades do Império Romano. No entanto, “em Antioquia foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos” (Atos 11.26).

Admiramos ao saber que em meio a tudo isso aqueles irmãos se destacassem a ponto de serem reconhecidos como discípulos de Jesus Cristo. Mas não pense o leitor que eles usaram a mídia para divulgar suas ideias e valores. A diferença estava no comportamento orientado por valores consistentes que os primeiros cristãos haviam aprendido dos apóstolos de Jerusalém, provavelmente.

A transmissão oral de valores morais como responsabilidade, equilíbrio emocional, domínio sobre os próprios impulsos, o cuidado com os gastos e as economias e o conhecimento e temor de Deus era comum entre os judeus, desde os tempos de Moisés, e prevalecia no início da Igreja. O Deuteronômio já orientava a transmitir valores aos filhos: “Ponde, pois, estas minhas palavras no vosso coração e na vossa alma... E ensinai-as a vossos filhos, falando delas assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te, e levantando-te; e escreve-as nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas…” (11.18-20).

O preparo intelectual técnico e a transmissão de informações devem ser recebidos na escola, mas antes de nossos filhos chegarem a ela, os pais já devem ter iniciado o ensino e a transmissão do perfil que os marcarão por toda a sua vida, com vistas a que eles, aonde quer que forem, também possam ser reconhecidos e chamados de cristãos, como em Antioquia. Precisamos considerar seriamente o que temos passado aos nossos filhos, se isso difere do que as demais famílias têm passado aos seus próprios. Ou ainda: nosso coração é regido por uma reflexão bíblica séria ou seguimos a modinha da estação feito gado no estouro da boiada? Essas questões precisam de resposta em tempos como os nossos, de mimese cultural, quando, como cristãos, procuramos, quase desesperadamente, igualar-nos ao que a cultura vigente procura impor como politicamente correto, que nem sempre é biblicamente cristão.

#Paternidade #Pais #Paisefilhos

  • Twitter Clean
  • w-facebook
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now