EDIÇÃO 159 - NOVEMBRO/DEZEMBRO 2017

VIGIE PARA QUE NÃO HAJA BRECHAS

Não passa pela minha cabeça, e pela cabeça da minha esposa, a possibilidade de nos separarmos ou nos divorciarmos. Na verdade, nunca passou. E saibam que somos casados há mais de cinquenta anos! Nós não usamos a palavra divórcio como uma ameaça quando a pressão está muito forte, quando há impasses e desentendimentos.

LEIA MAIS

Periodicamente, Judith e eu reafirmamos os votos que assumimos no dia do nosso casamento. Reafirmamos verbalmente a disposição e o desejo de sermos leais um ao outro.


Quando o casal desiste, geralmente leva com ele, do primeiro casamento, as incompreensões, mágoas e incoerências. Elas marcam a alma e é muito provável que reapareçam, de alguma forma, em uma segunda tentativa.


Às vezes o amor morre porque não é feito nada para mantê-lo vivo. O amor é dinâmico, não é estático. Ele precisa ser cuidado. Muitos casais não investem em seu relacionamento, e quando isso acontece, a vida conjugal passa a ser monótona, chata, cheia de contrariedades e brigas. Portanto, não devemos economizar demonstrações de afeto ao nosso cônjuge.


Enfim, toda união conjugal enfrenta conflitos. Não existe um lar que não sofra um transtorno, uma desavença, uma crise. Mesmo que o amor entre ambos seja sincero e profundo. 


Para que o casamento seja real, bem-sucedido, apesar dos conflitos, devo ressaltar a dinâmica espiritual, ou seja, a fé, o praticar da Palavra, que é uma força motivadora de Deus para permanecermos casados.


O tema é atual e muito sério. O inimigo de nossas almas tem atacado obstinadamente a família para nos desestabilizar como indivíduos, pois a família é um dos alicerces que nos sustentam. Leia com atenção os artigos desta nova edição da Revista Lar Cristão. Avalie seu casamento, procure descobrir, por meio dos ensinamentos da Palavra, se há alguma brecha que coloque em perigo a estabilidade de sua família, por onde Satanás possa se infiltrar. Revista-se com a armadura de Deus e lute contra ele, tenazmente, para manter a solidez do seu casamento e do seu lar. Não aceite outro resultado senão a vitória que o poder do Senhor quer lhe conceder.

JAIME KEMP

Como um divórcio pode afetar os filhos

Divórcio não é um tema fácil, porque vivemos dias em que se relativiza tudo e muitas pessoas já casam com a intenção de se separar caso não gostem da experiência ou não se adaptem. 

Siméa de Souza Meldrum

Comunicação falha (muros que separam)

A comunicação entre os casais e familiares é fundamental para que tenhamos bons relacionamentos. Nós nos comunicamos por meio de palavras, gestos, sons, sinais, marcas que nos caracterizam.  

Nelson Luiz Campos

Nem tudo é como queremos
Jaime Kemp

Impacto do conflito conjugal nos filhos
Clarice Mosmann e Denise Falcke 

A separação deixou de ser “tragédia” e virou “moda”!    
Mário Simões

Falta de compromisso no casamento
Hernandes Dias Lopes

Tudo não passou de um engano
Ivana Aguiar Garcia

Relacionamento sexual adequado
Jonas Neves
 
Pensamentos fora de controle

Valéria Lima

A vida é curta demais para sermos o tempo todo infelizes
Judith Kemp

Relacionamento entre os sogros e o casal
Paulo Klawa

O desafio de harmonizar a vida familiar e ministerial    
David Sales

Artigos

Linguagens do amor
Gilson Bifano

Adoração em família
Giovani Luiz Zimermann

Finanças em família
Marcos Antonio Garcia

Comunicação & ação
Lourenço Stelio Rega

Pais e filhos – amigos para sempre
Sergio e Magali Leoto

Namoro cristão
Lucia Thomazi

Vida conjugal
Marcos Antonio Peres

  • Twitter Clean
  • w-facebook