EDIÇÃO 150 - MAIO/JUNHO 2016

LEIA MAIS

 Carreira, casamento e família 

 ano 30  |  n.º 150

O romance está... no casamento
Jaime Kemp

Férias sem filhos, uhuuuuuuu
Gilson Bifano

Cuidados com a agenda superlotada
Josué Gonçalves

É tempo de não perder tempo
Silmar Coelho

Como investir tempo em dias tão ocupados?
Rosemary M. C. Santos

Equilibrando carreira, casamento

e família
Benino Ruiz

Ajudando seu cônjuge numa fase de sofrimento
Paulo de Tarso

Homens que cuidam da casa enquanto as mulheres vão trabalhar
Alcindo Almeida

Filhos, como ter tempo para criá-los?
Ronaldo Bezerra

Como os casais podem encontrar tempo
Públio Azevedo

Se eu escapar dessa...
Marcos Garcia

Segunda lua de mel
Paulo Eduardo Klawa

Em uma das canções da “Sinfonia Paulistana”, “Amanhecendo”, o compositor Billy Blanco descreve, em ritmo ligeiro, a correria que caracteriza a vida da imensa maioria das pessoas: “Começou um novo dia... De metrô chego primeiro, se tempo é dinheiro, melhor vou faturar... Sempre ligeiro na rua, como quem sabe o que quer, vai o paulista na sua para o que der e vier. Vambora, vambora, olha a hora, vambora, vambora”. Reflita um pouco. Você se identifica com alguns trechos da letra dessa música?


Você que vive em uma metrópole ou em cidades em desenvolvimento sabe muito bem o que Billy Blanco quis transmitir. “São Paulo que não sabe adormecer porque durante a noite paulista vai pensando nas coisas que de dia vai fazer. São Paulo todo frio quando amanhece, correndo no seu tanto o que fazer...”


Por que corremos tanto? Por que entramos nesse turbilhão que suga nossos dias? Por que nos deixamos engolir pelas exigências dessa vida desenfreada? É claro que precisamos trabalhar e progredir, mas muitas vezes nos esquecemos do que realmente importa: nossa família, nossa esposa, marido, filhos, parentes e amigos.


Não me coloco como juiz nem aponto o dedo para ninguém. Sofro as mesmas pressões e influências da vida contemporânea e luto para ter sabedoria a respeito das prioridades da vida. Há algumas que devem ser seriamente consideradas, as quais tenho procurado levar em conta:

  • As pessoas antes das coisas – 2 Coríntios 8.5

  • O lar antes da profissão – 1 Timóteo 3.4-5

  • O cônjuge antes dos filhos – Gênesis 2.24

  • Os filhos antes dos amigos 

  • Os cônjuges antes de si mesmos – 1Coríntios 7.3

  • As coisas espirituais antes das materiais – 2 Coríntios 4.18

Avalie seu cotidiano. Peça a Deus que, segundo a sua sabedoria e vontade, o ajude a considerar e assumir as verdadeiras e específicas prioridades de sua vida. Que, sob a orientação do Senhor e sua própria criatividade, você consiga distribuir adequadamente as vinte e quatro horas do seu dia sem prejudicar seus compromissos pessoais e de trabalho, mas também sem jamais preterir sua família.

Jaime Kemp

  • Twitter Clean
  • w-facebook