EDIÇÃO 136 - JANEIRO/FEVEREIRO 2014

LEIA MAIS

A diversificação dos papéis
estabelecidos por Deus

Públio Azevedo


A herança espiritual para a próxima geração

Marcos Quaresma


Os votos de casamento

Luiz Henrique


Resgatando a lua de mel

Lúcia Thomazi


Lute por sua família

Jaime Kemp


O namoro cristão
Wagner Fernandes

Venha ao meu jardim
Jonathan Junior

A valorização do tempo
Emilio Fernandes


Nós temos filhos
Mário Simões

 

O valor dos filhos
Alcindo Almeida

Neste mundo extremamente afligido pelo pecado, as famílias cristãs têm a oportunidade de ser um testemunho distinto na sociedade, de levar pessoas a Cristo, de ajudar outras famílias que estão passando dificuldades. Os cristãos devem permanecer firmes, mais do que nunca, em sua fé e nos valores que sustentam a família.


Cremos que:


• A família, a primeira instituição projetada por Deus, é a célula básica de fundamento para a civilização (Gênesis 1.26-28).


• A revelação bíblica é o manual do proprietário para a família, que deve ser lida e estudada para aprendermos a viver harmoniosamente (Salmos 78.5-8).


• Os membros de cada família são únicos em personalidade e capacidade; com dons espirituais e talentos naturais dados por Deus para a glória do Senhor e para o benefício da família (Efésios 2.10).


• Todos os membros de uma família têm igual valor. Nenhum deles deve ser mais honrado do que o outro. Nenhum deve receber tratamento especial (1 Coríntios 12.20-26).


• A segurança, a prosperidade e a felicidade da família estão baseadas na fonte que é Deus e na sabedoria da sua Palavra (Provérbios 3.1-6).


• O marido é o líder da vida em família. Ele é designado para se entregar à esposa e aos filhos. Deve proteger, cuidar e providenciar todo o material emocional e espiritual para a saúde de sua família (Efésios 5.23-28).


• A esposa é a auxiliadora, a ajudadora do marido e dos filhos. Deve ser amorosa, sustentadora, apoiando-os com seu tempo, sua atenção e seu esforço (Tito 2.4-5).


• A vida espiritual é essencial para a vida familiar. Isso implica leitura bíblica e oração entre os membros. Também requer a frequência semanal a uma igreja local em que a Palavra de Deus é pregada e ensinada, para aprendizagem, adoração e comunhão com pessoas da mesma fé (Hebreus 10.24-25).


• A Bíblia é a Palavra de Deus, inspirada e dirigida pelo Espírito Santo. Cremos que ela é a regra de fé e prática em todos os assuntos da vida e mais especialmente da família (2 Pedro 1.21; 2 Timóteo 2.15).


• O Grande Mandamento na lei é: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento” (Mateus 22.37). Cremos que devemos amar uns aos outros, como Deus em Cristo Jesus nos tem amado (João 13.34-35).


• O dinheiro pode ser uma bênção ou maldição para uma família. Pode servir para o seu bem, ou a família pode tornar-se escrava dele, dependendo de como o dinheiro é administrado. Cremos que a família deve dar generosamente em prol da Igreja e do reino de Deus 
(1 Timóteo 6.6-10, 17-19). 


Faça do Senhor o alicerce inabalável que sustenta sua família, que protege as pessoas que você tanto ama. Empenhe-se para dar à sua família a bênção de um lar alicerçado na Rocha, que é Cristo.


Boa leitura!

Jaime Kemp

A herança espiritual para a próxima geração

  • Twitter Clean
  • w-facebook