Capa_LC179.png

Qual é a responsabilidade da familia?

 ano 36  |  n.º 179

Que tipo de modelo você é para seu filho?
Jaime Kemp

A conversa do jeitinho!
Iara Vasconcelos

 

A vida nem sempre é um mar de rosas
Carlito Paes

 

Filhos e filhas, preparo, educação, 
alguma garantia?

Marcos Garcia

 

Corrupção com cara de modernidade
Renata Stapani

 

Criando filhos num mundo sem 

Deus... Só com ajuda divina!
Lourenço e Gilda Rega

 

Pode vir alguma coisa boa do passado?
Luiz Henrique de Paula

 

A tênue linha entre o desrespeito e a corrupção
Ron Taffel

 

Coerência interna x saúde mental
Luiz Antonio Caseira

 

Líderes do futuro
Josué Campanhã

 

Criando memórias em família
Paulo Eduardo Klawa

 

Quando um(a) filho(a) se distancia dos caminhos do Senhor
Valdeci Santos

 

Impunidade – Como agir? Quando corrigir?
Luciana Piragine

Para evitar a corrupção... Paternidade responsável

Juízes capítulo 13 registra a interessante história da conversa entre um anjo e os pais de Sansão. Eles pediam a orientação de Deus na criação do garoto (juízes 13.8) ponto porém, o anjo só disse como ele regula a paz, deveriam viver e nunca liesel nenhuma palavra sobre educação de filhos.


Os pais marcam o caráter de seus filhos, por serem a primeira EA mais forte influência sobre eles. É cientificamente comprovado que 90% da personalidade é formada até os 8 anos. A infância, então, indica a, em grande parte, o comportamento adolescente, jovem e adulto. E isso me preocupa, pois nosso o grande número de crianças entregues a outros, que não seus pais, nessa fase Vital de suas vidas com tu criar filhos, Sem dúvida, é uma tarefa que exige sacrifício, garra e determinação. Muitos não a exercem a contento por reais impedimentos. Não me cabe julgá-los. Porém, há muitos outros que simplesmente não querem se esforçar, e transferem essa regalia a quem, também, não a reconhece como tal.


Há uma ou duas gerações passadas, criar filhos era considerado inaudito privilégio. Filhos eram mais que jóias ou valorosas possessões. Hoje, no afã da Auto realização pessoal e profissional, os filhos passaram (não estou aqui generalizando e reconheço várias e ou rosas exceções) a ser impedimentos para atingir metas estrategicamente estabelecidas. Muitos são como intrusos, e seus pais ressentem-se de qualquer alteração que sua chegada tenha causado ao seu estilo de vida.


Partindo daí, já existe um clima de descontentamento quanto à mera existência de certos filhos e o quê deles foram decorrentes. Muitos pais não querem ser exemplos de vida; não se abalam em corrigi-los quando desobedecem, nem em discipliná-los para que não perpetuem falhas de caráter. Dessa forma a impunidade alastra-se pela sociedade e serão indivíduos com esses com essas características que assumiram a direção de nossas cidades,  estados e países. Pessoas que se deixam corromper não só por dinheiro e poder, mas também por atenção e bajulação.


Estou exagerando? Será?! Bom, só posso dizer que se não abrirmos os nossos olhos e impedirmos a contagem regressiva, toda essa situação poderá ficar fora de controle.


Que nós, pais, possamos fazer nossa parte para que valores mais dignos região nossa nação... Enquanto é tempo! 


Na força do Pai,

Jaime Kemp